sábado, 1 de maio de 2010

ROLÊS PELO RIO


RUA ANDRÉ CAVALCANTI

Cheiro de creolina nos bueiros
um bebê se esgoela
calcanhares pesados nas soleiras
sopapos nos cortiços canibais
lotados de traficantes

Rua onde Castro Alves, tísico,
resistiu à amputação sem anestésico
imolou o pé ao majestoso samba
que escapa das janelas de sobrados seculares

danço comovido no calor da chuva de janeiro
no dia do padroeiro
e rio da dor de São Sebastião


2 Comentários:

Às 1 de maio de 2010 15:41 , Blogger Luciano disse...

Que 1º de Maio mais diferente do meu, Maurício. Tô aqui no Artur fechando o programa da próxima montagem do Boca de Baco, Navalha na Carne. Aliás, você tá convidado.A estreia é dia 9 de maio, na Usina.

Luciano Bitencourt

 
Às 2 de maio de 2010 06:45 , Blogger Maurício Arruda Mendonça disse...

Oi, Luciano! Saudades, cara! Tô muito a fim de ver essa montagem do Boca de Baco sob a direção do Valcazaras! Até quando vai a temporada? Grande beijo e merda pra todos!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial